Francisco de Assis e Francisco do Roma: o apelo comum a um rosto novo da Igreja

Francisco_jovens
fonte http://www.paroquiaqueijas.net/portal/images/Francisco_jovens.jpg
São Francisco de Assis foi um dos santos que mudaram o mundo. Tudo começou no seu coração. Quando o coração de Francisco mudou, os amigos mudaram, sua cidade mudou, Assis e o mundo não resistiram, mudando também.
Incrível visitar Assis.

Fui agraciado em 2006 por Deus e visitei Assis, na Itália. Lá há uma capela com um anexo repleto de objetos de Francisco. Olhando uma roupa velha e surrada, usada por ele a mais de 800 anos, fiquei chocado. Era simples, mais lembrava um trapo, revelando a todos, que Francisco era um homenzinho miúdo, não passava de 1,50m. Em certo momento, houve um pequeno tumulto no local. Seguranças isolaram um área destinada a autoridades. Em seguida houve silêncio e entendi. Ao meu lado contemplavam também suas vestes uma delegação de diplomatas escandinavos. Eram altos, de olhos e pele clara, impecavelmente vestidos e comportados. Nesse momento percebi o quanto nós nos tornamos pequenos diante do gigante de Assis. Isso marcou profundamente minha vida.
Já Francisco, é o papa que fez de seu nome um programa de vida. Ele mora na residência Santa Marta, no Vaticano, vive junto de seus funcionários, não isolado nos chamados aposentos papais, come e trabalha com eles. O Papa circula por Roma em um carro simples e atende com um sorriso as pessoas sem distinção. Seu despojamento e simplicidade são espantosos. Mas isso se ampara em algo poderoso: sua palavra e mensagem. Francisco emociona, faz pensar e provoca a reflexão de milhões de pessoas com seus textos e pregações.
Na Jornada Mundial da Juventude, afirmou aos jovens: “Não deixem que vos roubem a esperança — ouviram?”.

Em outra ocasião, o Papa Francisco lavou os pés de internos do reformatório juvenil em Roma.

Ao visitar Cuba, abriu os canais de diálogo para que Barack Obama, presidente dos Estados Unidos, inimigos históricos de Cuba, também a visita-se em seguida.
Conheci em 2015 a Catedral de Buenos Aires, local em que Francisco viveu com Bispo e Cardeal antes de ser escolhido Papa. Ouvi relatos impressionantes: ele andava de ônibus pela cidade, visitava os pobres com frequência e vivia com uma simplicidade arrebatadora. Ele até hoje responde pessoalmente pedido de amigos e por vezes, telefona desde o Vaticano para antigos amigos, atendendo necessitados, até desconhecidos.
Conhecer a vida, palavras e obra de São Francisco de Assis e do Papa Francisco nos ensina muito. Suas vidas nos inspiram a viver em comunhão, renovam em nós o amor, e o amor fundamenta a fé. Especialmente o valor da misericórdia, da esperança e do cuidado com os mais pobres e com a natureza. Indico a leitura da incrível e belíssima encíclica Laudato Si, sobre o cuidado da Casa Comum.