Destaques
Colesterol, Saúde E Doenças
Aula 1 – Laboratório Colégio Pessoa

Aula 1 - Laboratório Colégio Pessoa

Atividade 1 Uso do Microscópio 1. Coloque uma lâmina e focalize uma imagem já existente em nosso estoque de lâminas.…

LEIA MAIS
Bioquímica Celular – Componentes Químicos Da Célula

Bioquímica Celular - componentes químicos da célula

água sais minerais carboidratos gorduras proteínas

LEIA MAIS
Artigos
Comentários de quem já assistiu uma palestra ou participou de uma aula
Captura De Tela 2016 02 08 Às 21.18.04
Zé Ronaldo – Pombal PB

Zé Ronaldo – Pombal PB

Captura de Tela 2016-02-08 às 21.18.04

Caro amigo e professor ” Claudio Paris Magrão”,

suas palestras e oficinas na minha humilde concepção superaram todas as nossas expectativas, ficamos maravilhados com a sua habilidade e desenvoltura no ato da transmissão oral, seu respeito e atenção para com nós meros aprendizes do saber. Claudio Paris, você conduz a turma com maestria. quebra tabus, e acima de tudo constrói laços fraternos de amizades, carinho e companheirismo para com todos.

Para mim, as suas palestras e oficinas são excelentes e criativas, gostaria de tê-lo mais vezes nos encontros do Sistema Ético de Ensino. Parabéns pelo conteúdo explorado, além da valiosa contribuição para o nosso crescimento enquanto educadores.

Obrigado amigo e admirável professor!

 

veja mais fotos do encontro em Recife com Zé Ronaldo clicando aqui

Captura De Tela 2016 01 21 Às 08.21.53
Luciana Araújo Carneiro – Resende RJ

Conheci o professor Cláudio Paris realizando uma palestra para o grupo de gestores da Secretaria Municipal de Resende e fiquei encantada com sua simplicidade, simpatia, conhecimento e afetuosidade…

O que mais me marcou e que vai de encontro com a minha verdade é o seu pensamento filosófico e poético de falar sobre o amor…Que para sermos melhores educadores precisamos ter o coração aberto para entender e aceitar as novas configurações familiares e suas novas formas de se relacionarem com o mundo; e que também precisamos quebrar barreiras e abrir as portas para amar o ser humano independente de raça, cor, religião e valores…

Precisamos amar sempre para sermos melhores como pessoa e como seres humanos…

Me atrevo a finalizar esse depoimento com um trecho de uma música de Renato Russo para simbolizar a essência desse nosso encontro :

“…E só o amor e só o amor, que conhece o que é verdade…”

Salete
Maria Salete Kostecki Zatycko – Mafra SC

Maria Salete Kostecki Zatycko – Professora

Secretaria Municipal de Educação Mafra-SC

 

Feliz pela oportunidade de acompanhar o professor Claudio durante sua palestra em Rio Negro no ano passado, procurei algumas informações sobre ele.

Chegando ao local do evento, me deparei com uma pessoa bastante familiarizada com a informática. De imediato, me senti apreensiva! “Estou à altura de acompanhar o raciocínio deste palestrante?”, pensei. Nos momentos seguintes, me tranquilizei.

Vi-me próximo de um ser humano alegre e acolhedor, comigo e com a platéia. Sua fala iniciou descontraída e logo se notava a receptividade das pessoas que estavam ali para ouvi-lo. Mostrando-se conhecedor dos caminhos que levam a aprendizagem, apresentou os meios de comunicação e informação – Tic’s como facilitadores do processo que, para apresentar êxito, dependem dos recursos humanos e tecnológicos disponíveis (forma pela qual contrapôs práticas arcaicas/tradicionais e antiquadas em sala). Ou seja, estávamos dialogando com alguém adepto às inovações na escola e na prática docente (o tempo todo permitiu a participação dos presentes).

Impressionou-me a facilidade com que Magrão relacionou os conhecimentos teóricos básicos da educação com os pensamentos contemporâneos em sentido amplo. Um sujeito de “cabeça aberta” às mudanças, com as quais parece se adequar naturalmente em favor do que realiza como educador (o que percebo também pelas redes sociais). Privilegiava fui ao mediar perguntas feitas pelos ouvintes ao referido palestrante, quando humildemente me concedeu espaço, vez e voz para aprofundar o elo já estabelecido entre ele e todos os professores que ali estavam, lembrando-me, naquele momento, que eu conhecia a realidade educacional mafrense e rionegrense melhor que ele, mas que a ele pertencia o mérito do conhecimento ali compartilhado.

Em suma, não imaginei que fosse, naquele momento, me sentir tão à vontade junto ao Professor Claudio, um sujeito de valor pelo que mostrou aos presentes, graças à proximidade que tem com o outro e à sua ímpar essência humana, uma raridade em pessoas públicas.